Web Analytics

Qual é a diferença entre megabits vs. megabytes?

Ainda hoje, o debate megabits vs. megabytes continua. Uma vez que, apesar de serem termos frequentemente utilizados, muitas pessoas tendem a confundi-los muitas vezes.

E mesmo a maioria das pessoas não sabe que os megabits e os megabytes são unidades de medida completamente diferentes uns dos outros. A principal razão para esta confusão ou comparação deve-se às abreviaturas de ambos (Mb correspondente a Megabits e MB correspondente a megabytes), o que leva ao desenvolvimento de muitos cálculos erróneos.

Por esta razão, aqui neste artigo falaremos especificamente sobre a diferença entre os dois e aquele debate contínuo entre megabits e megabytes. Mas para o fazer, será primeiro necessário definir o que são exactamente ambas as unidades.

O que são megabits?

A megabit’s known as an information measurement unit, which is mainly and normally used in all telematic data transmissions.

Therefore, one megabit per second (Mb/s) is a unit used to quantify data. It is normally assigned a speed magnitude, but this will always result in an error. Since this unit measures the current or flow of information that is transmitted, not the speed at which it travels.

Therefore, it will only measure the quantitative information without having any relationship with the speed at which that information will be transmitted and received. An example of a megabit measurement is in video applications, where the information is expressed in Mb/s.

O que são megabytes?

Um megabyte pode ser estruturado desta forma: mega, que se traduz como grande, e byte, que significa unidade de oito bits. Portanto, megabyte é o termo utilizado para medir um milhão de bytes. Que são equivalentes a oito milhões de bits.

Há vários anos atrás, nos anos 90, a IEC decidiu criar este termo a fim de diferenciar os prefixos decimal e binário. Explicado da seguinte forma:

  • 1 byte é o equivalente a 8 bits.
  • 1 Megabyte é o equivalente a 1 milhão de bytes, o que equivale a 8 milhões de bits.

O megabyte, tal como o bit, é uma unidade utilizada para expressar a quantidade de informação que um documento ou suporte contém. Por exemplo, uma pendrive pode ter a capacidade de armazenar 500 megabytes, enquanto uma disquete pode armazenar 2 megabytes. De acordo com as características do dispositivo.

Diferença entre megabits e megabytes

Megabit Vs Megabyte

Portanto, para conhecer a diferença entre megabits e megabytes é importante saber que os valores que representam são muito diferentes. Uma vez que ambos são unidades de medida, mas os dois medem quantidades de informação muito diferentes.

Desta forma, é conhecido um aspecto que é essencial para saber que valores podem ser obtidos em diferentes circunstâncias. Por exemplo, a ligação à Internet na nossa casa ou a capacidade de armazenamento de um disco rígido.

O que é uma transferência de dados?

Data Transfer

É conhecida como transmissão de dados para um fluxo digital de bits, através de um canal que pode ser ponto-a-ponto ou ponto-multiponto. Por exemplo, um canal que é composto por cabos encalhados, fibra óptica, ou meios de armazenamento.

Há transmissão analógica de dados, que é caracterizada pela constante e ininterrupta mudança de amplitude do sinal.

Transmissão digital, que é transmitida em pacotes discretos. Além disso, este sinal não é interpretado automaticamente, mas deve antes ser descodificado pelo receptor. Por outro lado, o método de transmissão de dados é diferente. Em vez de serem ponto a ponto, são impulsos eléctricos que podem variar entre diferentes níveis de tensão.

Além disso, existem dois modos de transferência de dados: transmissão paralela e transmissão em série.

Quanto à primeira, envolve o envio de dados de byte a byte, em oito linhas que permanecem paralelas através de uma interface que também é paralela. Por outro lado, a transmissão em série é um envio de dados bit a bit através de uma interface de série.

Portanto, toda a transferência de dados é expressa em megabits por segundo e megabytes por segundo. Quando nos referimos às velocidades de transferência de dados de serviços como o acesso à Internet, os valores são expressos em Mbps (Megabits por segundo).

Por exemplo: Uma pessoa contrata um sistema de fibra óptica, que tem um débito de transferência de 400 Mbps. Contudo, quando utiliza a Internet, fica surpreendido ao perceber que a velocidade da sua Internet não se aproxima sequer dos 400 Megabytes por segundo. Uma vez que a realidade é que uma linha de 400 Megabytes por segundo de fibra óptica apenas fornecerá um máximo de 50 Megabytes por segundo.

(Podemos obter um valor como este dividindo os 400 megabytes por segundo por 8. Isto é conhecido como a base octadecimal da unidade).

Por outro lado, quando se trata de transferências de dados entre diferentes dispositivos de armazenamento, mede-se em Kilobytes por segundo (KB/s) e Megabytes por segundo (MB/s). O que acontece aos dados lançados num computador quando se movem ficheiros diferentes de uma pasta para outra.

O volume dos dispositivos de armazenamento é sempre expresso em bytes. Portanto, é comum que esta diferença entre unidades resulte em pessoas confundidas com as medidas de armazenamento em discos rígidos.

Por exemplo: Um disco rígido tem uma capacidade de 1 TB, mas no sistema Windows esta medida será lida como se o disco rígido tivesse uma verdadeira capacidade de 931,32 GB.

Para obter este valor, temos de fazer uma equação simples como esta:

Temos isso: 1 TB é igual a 1.000.000.000.000.000 de bytes

A próxima coisa que temos de fazer é:  Dividir esse número por 1024(1 KB), o que resultará em 987.562.500 KB.

Dividimo-lo novamente por 1024 (1024 KB), para dar 953.674,3 MB como resultado.

E finalmente é novamente dividido por 1024 (1024 MB), para obter o valor total lançado pelo Windows, que será de 931,32 GB.

 

👉 Our blog guides

¡Haz clic para puntuar esta entrada!
(Votos: 0 Promedio: 0)

Deixe um comentário